O homem e o falso fim



Dia 21 de dezembro de 2012.  O homem acorda e diz que teve um pesadelo que o deixara preocupado.
-- Sonhei que o mundo estava acabando.  Diz o homem a sua mulher.
-- E nesse sonho eu e você morremos? Pergunta a mulher.

Não era a primeira vez que ele tinha esse tipo de sonho. Sempre que chegava o dia de almoçar na casa de sua sogra ele sonhava que o mundo estava acabando e os dois morriam a caminho do almoço.

--  Não vai dizer que não podemos ir na casa da minha mãe. Hoje vamos de qualque jeito!
-- Mas amor, você sabe que eu não gosto de sair de casa quando tenho esses sonhos. E se acontecer alguma coisa? Você sabe que dia é hoje?

Por um lado ele estava certo, esse já era o dia previsto para o fim do mundo, segundo o calendário Maia, que mostrava o dia 21 de dezembro como o último dia, e não o 30 ou 31 como de costume. Sua mulher levanta da cama e liga a tv.

-- Ta vendo! Não tem nada de fim do mundo. Se tivesse estaria passando alguma coisa a respeito em todos os canais.

Ele para no tempo, como se estivesse tendo visões. E logo fala:
-- Nossa! Vi eu, você e toda a vizinhaça correndo para uma montanha. Vinha uma tsunami na direção da nossa cidade. Sua mãe estava com a gente.
-- E nessa sua visão alguem morria?
-- Sua mãe! Responde sem demora.
-- Minha mãe? Pergunta ela preocupada.
-- É. Ela chegou a segurar minha mão, mas escorregou e ficou para trás.
-- Como assim escorregou?
-- Era uma tsunami lembra? Minha mão ficou molhada.
-- Mas você disse que a tsunami estava vindo, não que já tinha chegado!
-- Eu estava nervoso. Minha mão estava suando.

Na verdade todos os seus sonhos eram inventados por ele, só para não ter que ir na casa da sogra. Ele olha para a mulher e pergunta:

-- E se a gente for e acontecer isso? Se bem que.... Vou me arrumar!
-- Não! Acho melhor ficarmos em casa.
-- Mas agora que eu me animei pra ir.
-- Vou ligar para minha mãe e cancelar nossa ida para lá.

Mais uma vez ele contorna a mulher e fica sem ter  que encontrar a sogra que ele “tanto amava” .


 Texto escrito por Júlio césar  - meu irmão ! Achei bem criativo e resolvi postá-lo pra vocês darem uma conferida.

Um comentário:

  1. Muito legal o texto do seu irmão, adorei!
    Beijo e Feliz 2013

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.